Blog do Stevens Rehen

Busca


08/12/2016

Reddit discutindo de forma acalorada nosso artigo científico

Reddit discutindo de forma acalorada nosso artigo científico, publicado anteontem, sobre o efeito de harmina em progenitores neurais humanos.

Mais de 885 comentários! Vale conferir.

https://m.reddit.com/r/science/comments/5h1zbd/key_ingredient_in_hallucinogenic_ayahuasca_brew/?compact=true

Por Stevens Rehen às 09h30

Simpósio sobre Zika reflete o preparo da ciência brasileira

"A falta de compreensão da classe política e da sociedade sobre a importância da ciência é resultado da dificuldade que temos em comunicar ciência, em mostrar que a ciência é central para que tenhamos capacidade de responder a problemas aplicados."

http://www.abc.org.br/article.php3?id_article=8257

Por Stevens Rehen às 09h29

Substância presente na bebida Ayahuasca gera células neurais humanas

Orgulhoso por mais esse artigo científico de nossa equipe IDOR/UFRJ.

O trabalho foi publicado ontem na revista científica norte-americana PeerJ, recebeu apoio financeiro das agências brasileiras de fomento FAPERJ, CNPq, CAPES, FINEP, BNDES e FAPESP e faz parte da tese de doutoramento de Vanja Dakic, do Programa de Pós-Graduação em Ciências Morfológicas da UFRJ.

https://eurekalert.org/pub_releases_ml/2016-12/difr-u120716.php

Por Stevens Rehen às 09h27

06/12/2016

Domingo no aquário, desconectados pelo digital

Chamou minha atenção a obsessão de todos pela foto digital, muitas vezes maior do que pelos incríveis peixes que lá estavam.

O ambiente transformado num simples fundo de tela.

Os inúmeros selfies dificultavam o trânsito das pessoas e a experiência de apreciar raias e tubarões "voando" à sua frente.

Fica como sugestão ao AquaRio reforçar - logo na entrada - para que público evite os flashes durante o circuito.

Há avisos próximos aos tanques, mas são tímidos e não iluminados.

Dito isso e independente dos tantos smartphones ligados ao redor, valeu a pena!

 

Por Stevens Rehen às 20h52

Parabéns Daniel Martins De Souza!

http://www.abc.org.br/article.php3?id_article=8255

Por Stevens Rehen às 20h51

Preprints are one step towards an Open Science future

Preprints reduce delays in sharing research results and increase the amount and diversity of data available to the scientific community.

Widespread adoption would benefit both individual scientists and research, and it might improve publishing in scientific journals.

Support of this communication mechanism through appropriate policies by journals, funders and institutions will encourage community engagement.

Artigo publicado na EMBO Journal esse mês

http://m.emboj.embopress.org/content/early/2016/12/01/embj.201670030

 

Por Stevens Rehen às 20h50

30/11/2016

Sexta 17h Guido Lenz no IDOR

Por Stevens Rehen às 11h04

28/11/2016

Divulgar ciência faz bem ao cientista

Reunião Científica Anual do Butantan

Honrado com o convite de Maisa Splendore Della Casa

Super empolgado em participar da atividade "Ciência acessível e compreensível como instrumento de desenvolvimento para a sociedade"

A programação está disponível no link: http://rca.butantan.gov.br/programacao/Paginas/default.aspx

Por Stevens Rehen às 09h20

"How to tell if someone is lying to you by watching their face"

Ao assistir Temer comentar sobre o imbroglio com Calero na Globo News e depois no Fantástico, foi impossível não lembrar do bom texto de Rachel Gillett e Samantha Lee (Business Insider) publicado pelo The Independent:

"How to tell if someone is lying to you by watching their face"

http://www.independent.co.uk/…/how-to-tell-if-someone-is-ly…

 

Por Stevens Rehen às 09h18

Estamos no fim (da fila)

"Os interesses da humanidade irão mudar, a curiosidade pela ciência diminuirá, e coisas totalmente diferentes virão a ocupar a mente humana no futuro".

Essa afirmação nada otimista foi feita pelo matemático John von Neumann há mais de 60 anos.

Trombetas do apocalipse anunciam que esse dia já chegou:

O prefeito eleito do Rio disse no Senado que evolução é balela.

Canais abertos de TV transmitem programas religiosos que negam escancaradamente o mais básico do conhecimento científico.

Nenhum auxílio para pesquisas foi pago este ano pela FAPERJ e cerca de R$ 220 milhões são devidos do ano passado.

Milhares de jovens cientistas estão sem receber! Pessoal altamente qualificado, a força motriz da produção de conhecimento em nosso estado.

E pra quem acha que o lance é partir para os States, Trump acaba de escolher Betsy Devos, criacionista da mesma linha de Crivella, para liderar a educação dos EUA.

Isso sem contar os outros vários parceiros do bilionário presidente, como Ben Carson, neurocirurgião que acredita que o planeta Terra tem menos de 10 mil anos de idade.

E não venham me dizer que a mistura política e religião não terá maiores consequências, e que "se forem bons administradores tudo vai ficar bem".

Sabemos que não é assim, ou alguém já esqueceu da fosfoetanolamina e do Instituto Royal?

Nesse cenário tão perturbador, ciência para educação e divulgação científica tornam-se ações de resistência e esperança.

Salve Ciência Hoje, Museu do Amanhã, Carl Sagan, deGrasse Tyson, Dawkins, Massarani, Gleiser, Atila, Iberê, Dragões, ScienceBlogs, Herton, Reinaldo, Ana Lúcia, Roberto, Franklin, Alberto, Sergio, Mauro e todos aqueles que nos iluminam.

Por Stevens Rehen às 09h16

22/11/2016

Palestras sobre Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH)

Por Stevens Rehen às 10h54

A expectativa de vida dos seres humanos continua a superar limites (e previsões anteriores)

A notícia não muito boa (pelo menos para quem tem um cromossomo y) é que - no quesito longevidade - não há igualdade entre os sexos.

As fêmeas vivem mais do que os machos, sejam elas chimpanzés, gorilas ou Homo sapiens.

Por Stevens Rehen às 10h54

20/11/2016

Maconha traz dor no Brasil. Maconha alivia dor nos Estados Unidos

Enquanto no Brasil seguimos nos matando, alimentando a corrupção e a violência do tráfico, a California é o mais novo estado americano a legalizar o consumo recreativo da maconha.

Enquanto o discurso obscurantista e de medo reverbera em nosso país, cientistas dos EUA estudam a maconha como alternativa aos analgésicos opióides e seus efeitos devastadores.

Há dois milhões de americanos viciados em remédios contra a dor, todos "legais", 21 mil morrem de overdose por ano.

Em estados onde a maconha foi legalizada para uso medicinal (estamos falando aqui de mais de 20 estados!), houve uma queda de 25% nessas mortes.

Artigo de Greg Miller na Revista Science de 4/11/2016

Por Stevens Rehen às 12h40

17/11/2016

Meus highlights (com bias) sobre o congresso da Sociedade Americana de Neurociências 2016

1. Minicérebros são o "must" da neurobiologia do desenvolvimento contemporânea. A modelagem de doenças neurológicas no laboratório e a identificação rápida de medicamentos veio pra ficar. Pense numa doença... e terá alguém crescendo seus organoides.

2. Sequenciar individualmente neurônios humanos virou uma obsessão. Afinal de contas, somos todos mosaicos!

3. Técnicas de neuroimagem já são capazes de decodificar vários de nossos pensamentos, prever escolhas, opções individuais e de grupos. Ciência pode explicar o Tinder, mas ainda falta explicar o Trump.

Por Stevens Rehen às 19h00

O maior congresso de neurociências do mundo está prestes a terminar

Aqui os números atualizados:

Por Stevens Rehen às 18h58

Sobre o autor

Stevens Rehen

é professor do
Instituto de

Professor Titular do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ e Coordenador de Pesquisa do Instituto D'Or de Pesquisa e Ensino (IDOR). Chair do Comitê Brasileiro da Pew Charitable Trust Latin American Program in the Biomedical Sciences. Membro do Conselho do Museu do Amanhã, Membro Afiliado da Academia de Ciências do Mundo em Desenvolvimento (TWAS).

Foi colunista do Instituto Ciência Hoje, além de apresentador de uma coluna semanal ao vivo sobre ciência no canal de TV Globo News. É colaborador do NeuroChannel e coordenador científico da ArtBio.

Acesse:

Bio e currículo

Pesquisa - Laboratório Nacional de Células-tronco Embrionárias

Contato para palestras, eventos e institucionais: srehen@uol.com.br

Sobre o blog

O cotidiano de um laboratório que pesquisa células-tronco e as bases biológicas da busca pela eterna juventude e imortalidade.

Livro

"Células - tronco: o que são? Para que servem?"

Nossa sociedade nunca esteve tão ávida por conhecimento científico quanto nos dias de hoje. Possibilidades reais e expectativas sobre a aplicação de células-tronco no tratamento de doenças incuráveis, assim como associações e especulações sobre sua utilização em reprodução humana e clonagem, contribuem para o grande interesse do público por temas relacionados ao progresso da ciência. Mas afinal, o que são células-tronco?

Ir para o topo
© 1996-2010 UOL - O melhor conteúdo. Todos os direitos reservados